logo

Fotografia de Shows – a importância da edição

O que está além do que você vê? Muitas vezes as pessoas observam as imagens que postamos, mas não imaginam o que está por trás delas – a fotografia de shows tem um fantástico atrativo que nos cativa que é a beleza das cores e efeitos proporcionados pelas luzes do palco. Quando o equipamento é bom e tecnicamente bem utilizado, colhemos lindas composições cromáticas através de nossas lentes. No entanto, nem sempre a intensidade ou a composição das mesmas nos fornece material interessante. Uma mesa de iluminação é apenas um aparato técnico e neutro. Ao longo de um show, nem sempre encontramos uma composição harmoniosa pela frente. A luz pode vir chapada, fraca ou com uma infeliz combinação de cores. Em diversos casos, uma pós-produção [ou pós-iluminação, diria] pode ser necessária para que alcancemos a intensidade e a força imagética que desejamos. Confesso que tenho sofrido muito ao longo dos tempos com iluminações caóticas. Quem vê as minhas imagens, não faz muito idéia (ou nenhuma) sobre quantos passos eu tive que tomar para recuperar imagens e tonalidades perdidas em meio ao caos. É, na verdade, um trabalho muito árduo, próximo ao de um restaurador. Muitas vezes frustrante, porém de extrema satisfação quando o empreendido colhe seus frutos. Resolvi postar aqui hoje um destes exemplos. Em breve, pretendo dar um workshop sobre fotografia de shows e esta será uma parte importante do curso. Bem vindos “ao que não se vê”…

  • Share

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>